Itaberaba ganha reforço de 12 profissionais de saúde

Um total de 12 profissionais de saúde foi contratado pela secretária de Saúde. Esses profissionais são; dois médicos, 5 dentistas, fisioterapeuta, psicólogo, educador físico, assistente social.

De acordo com a Secretaria Municipal de Comunicação e Informação Social (SECOM), São 14 unidades de saúde da família em diversos pontos da cidade que contam com 18 equipes completas (médicos, equipe de enfermagem, equipe de odontologia, agentes comunitários e corpo administrativo) à disposição da comunidade.

Ainda segundo informações da SECOM ,Os médicos Dr Luan Cortês assume o Posto de Saúde de Guaribas e Drª Milana Gomes que vai atender no Posto de Saúde do bairro Oriente. Com o retorno de Drª Ismary das férias nesta quarta (10), a Unidade de Saúde da RM retorna ao atendimento de consulta médica.

De acordo com Alex Machado, Coordenador da Atenção Básica de Itaberaba, “todas as unidades de saúde da família de Itaberaba estão na ativa. Estamos recebendo ainda, dentro de pouco tempo, três vans – de 190 mil reais cada – para o TFD (transporte gratuito que leva paciente para tratamento em outras cidades), além outra equipe do NASF (Núcleo de Atenção à Saúde da Família), composta por educador físico, nutricionista, psicólogo, enfermeiro, assistente social e fisioterapeuta e a grande conquista de mais cinco consultórios odontológicos completos”, pontua Alex.

“Outra grande inovação é o SAD – Serviço de Atendimento Domiciliar. Fizemos todo o processo para o credenciamento junto ao Ministério, e já estamos aguardando apenas a publicação da portaria. Com isso, mais uma equipe com médico, enfermeiro e técnico de enfermagem fará o atendimento daqueles pacientes acamados e com dificuldade de locomoção” encerra Alex.

Com a habilitação do Posto de Saúde Alberto Casali, que traz o repasse do Ministério da Saúde, com certeza haverá ampliação dos serviços e melhorias para a unidade, contemplando de forma direta a comunidade do entorno. “A busca é nossa rotina. Estamos sempre procurando meios e conteúdo acerca das prerrogativas do Ministério (da Saúde) que façam parte de nosso contexto, de nossa realidade, e transformamos esse conhecimento em projeto. Daí em diante, é fazer acontecer, cobrando dos deputados, cumprindo os critérios. O resultado é claro: unidade habilitadas e qualificadas, repasse de recursos e ampliação na oferta de serviços” diz João Rodrigues, Secretário Municipal de Saúde. E continua:

“Entendemos que a gestão estará sempre nos holofotes, principalmente em se tratando de saúde pública. Mas quando se divulga informações erradas, infundadas, ou pior ainda, criadas com propósitos pessoais ou políticos, a população como um todo é atingida. Sabe como? Quem ouve que a unidade está fechada, não vai lá por que acha que realmente não tem o serviço. Consequentemente, deixa de ser atendido, e o impacto vem em cadeia: números de atendimentos reduzidos, o planejamento da Secretaria em cima desse número reduzido, ou seja, acaba por influenciar a saúde pública de 70 mil pessoas” desabafa Rodrigues.( Com Informações da SECOM)

www.portaldafolia.com www.portaldabahia.com

Participe do Nosso Grupo no Whatsapp

Curta nossa Pagina no Facebook.

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale conosco