Prefeito eleito de João Dourado é cassado por usar rádio pirata durante campanha

O prefeito reeleito de João Dourado, Rui Dourado (PMDB), e o vice, Abimael Dourado Lima Júnior (PSD), tiveram os registros de candidaturas cassados por uso indevido de meio de comunicação social durante período eleitoral.

A coligação ‘João Dourado Cada Vez Melhor’, liderada pelo peemedebista, foi denunciada por usar uma rádio pirata para veicular jingles de campanha e transmitir comícios.

Conforme acusação, os postulantes ainda divulgavam a existência da emissora irregular nas redes sociais com o objetivo de estimular internautas a sintonizarem a frequência para acompanhar os eventos políticos.

Em sua decisão, o juiz da 199ª Zona Eleitoral, Marcon Roubert da Silva, ainda declarou a inelegibilidade dos políticos nos próximos oito anos. Com a decisão, o atual prefeito deixa o cargo no próximo dia 31 de dezembro.

Conforme Legislação Eleitoral, como o alcaide foi reeleito com mais de 50% dos votos válidos, um novo pleito deverá ser realizado no município do norte baiano. Até lá, o futuro presidente da Câmara de Vereadores, que será escolhido no próximo dia 1º de janeiro, assumirá o cargo.

A coligação ‘Juntos Para Ficar Melhor’, do candidato derrotado João Cardoso (PSB), responsável pela representação, formulou ainda denúncia junto à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Polícia Federal e o Ministério Público Federal (MPF). As informações são do Bahia Notícias.

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Fale conosco
%d blogueiros gostam disto: