Itaberaba fica na sexta posição na geração de emprego em junho na Bahia

Itaberaba fechou o mês de junho com a abertura de 232 postos de trabalho com carteira assinada, variação positiva de 1,79% em relação ao estoque de maio, os setores que mais contribuíram para o saldo positivo foram a Indústria da Transformação, serviços e comércio.

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) foram divulgados nesta segunda-feira pelo Ministério do Trabalho, em Brasília. No País, a variação de junho foi positiva também (0,03%), com saldo de 9.821 postos de trabalho em relação a maio.

Itaberaba alcançou a sexta posição no saldo de geração de empregos em junho na Bahia. Em primeiro lugar ficou Juazeiro com saldo de 393 postos, Luis Eduardo Magalhães 224 em segundo, Casa Nova com 214 em terceiro, Nova Viçosa com 153 em quarto e Correntina com 141 em quinta posição.

Outras cidades também conseguiram um saldo positivo no CAGED a exemplo de Irecê com 17 postos, Jacobina com 29 postos e Valença com 93 postos.
Na outra ponta, temos cidade que ficaram com saldo negativo a exemplo de Jequié que ficou com menos 260 postos, Feira de Santana com menos 25 postos, Porto Seguro com menos 224 postos, Santo Antônio de Jesus com menos 14 postos e Senhor do Bonfim com menos 39 postos de trabalho.

No acumulado do ano, Itaberaba registra crescimento de 4,09% e saldo positivo de 257 empregos. Os dois setores que se sobressaíram nesse período foram o da indústria da transformação, com saldo de 159 postos, e o de serviços, com 91. Fato bastante comemorado pelo prefeito Ricardo Mascarenhas.

“Um crescimento de mais de 4 por cento, esse resultado confirma, mais uma vez, que a nossa política de geração de emprego e renda está resultando em famílias conseguindo empregos! Essa é o quarto mês na nossa gestão que conseguimos saldo positivo na geração de novos empregos com carteira assinada, nenhum outro município da Bahia conseguiu isso, 80% dos municípios do nosso porte acima estão sofrendo com saldos negativos. Esse destaque estadual nos anima a continuar com as nossas políticas”. Diz Ricardo Mascarenhas
Desempenho do Estado da Bahia

Na Bahia, os dados do Caged mostram que houve o fechamento de 40.255 postos de trabalho, e abertura de 38.172 em junho, com saldo negativo de -2.083 postos de trabalho, variação negativa de -0,14% na comparação com o estoque de maio.

No acumulado do ano, a variação da Bahia é negativa, de 1,15%, com 260.066 admissões e 260.723 demissões com saldo de perda de 657 postos de trabalho.

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

%d blogueiros gostam disto: