Seagri apóia desenvolvimento da cultura do abacaxi no Piemonte da Chapada Diamantina

Presidente e gestores da Cooperativa Agrícola Mista do Piemonte da Chapada Diamantina (Cooperbahia) e do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ourolândia, acompanhados pela secretária municipal de Agricultura, estiveram nesta quarta-feira (11), em Salvador, com o secretário da Agricultura Eduardo Salles e o superintendente de Agricultura Familiar (Suaf), Wilson Dias, para agradecer os esforços empregados pela Seagri na inclusão de Umburanas no zoneamento agrícola do abacaxi, permitindo que os agricultores tivessem acesso a créditos para custeio e investimentos.

Essencialmente cultivada por centenas de agricultores familiares, a cultura do abacaxi, assim como aconteceu com a cidade de Itaberaba, vem transformando a vida econômica e social do município de Umburanas e região. Entre outras consequências positivas, o zoneamento foi responsável por aumentar a área de produção de 1,2 mil para 1,5 hectares, dando sustentabilidade e mudando a realidade de aproximadamente 300 produtores.

Com o objetivo de avançar na elaboração de planos de desenvolvimento, a Seagri, através Suaf, vai apoiar a Cooperbahia na implantação de um projeto para fomentar a cadeia produtiva do abacaxi no Território do Piemonte da Chapada Diamantina, através de intercâmbio com produtores e técnicos de Itaberaba, visando qualificar a produção e evitar a entrada da fusariose (doença que pode causar danos significativos à cultura do abacaxi). “Os agricultores terão dois dias de campo para conhecerem as técnicas de produção utilizadas e estratégias adotadas para verticalizar a cadeia, a exemplo do crédito, assistência técnica, comercialização e industrialização”, explicou Eduardo Salles, que também prometeu estudar uma forma de buscar recursos para a implantação de uma pequena agroindústria de polpa e fruta desidratada para a região produtora.

O superintendente da Suaf, Wilson Dias, afirmou ainda que “já existe uma planta modelo elaborada pela Suaf/MDA para unidades neste formato” e prometeu empenho para realizar este projeto, atendendo à necessidade do território.

“Vamos apresentar à Seagri um projeto de apoio ao desenvolvimento do abacaxi no nosso território, solicitamos ainda ao secretário um apoio junto ao Banco do Nordeste para a suspensão imediata das execuções das dívidas dos produtores e a agilização da liberação dos créditos emergenciais”, disse o presidente da Cooperbahia, Cícero Gomes.

Participaram da reunião, a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ourolândia, Audinea Costa, o diretor-técnico da Cooperbahia, João Mendes, o técnico agrícola Magno Marques e o assessor técnico da Seagri, Sérgio Nogueira.

www.portaldafolia.com www.portaldabahia.com

Participe do Nosso Grupo no Whatsapp

  Siga o Chapada Noticias no Twitter, Instagram e Facebook e fique por dentro de todas as novidades.

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Fale conosco
%d blogueiros gostam disto: