Itaberaba capacita beneficiários de Programas Sociais

Em pouco mais de um ano e meio, a Prefeitura de Itaberaba, através da Secretaria Municipal de Ação Social e Cidadania (Seas), por meio do Centro Municipal de Qualificação Profissional e Social (CMQPS), já capacitou mais de 2 mil pessoas nos cursos oferecidos gratuitamente pelos Laboratórios de Artesanato, Corte e Costura, Culinária e Estética.

Os cursos, voltados para os beneficiários dos programas federais de transferências de renda — a exemplo do Bolsa Família —, têm duração variável entre 15 e 180 dias e contam ainda, além dos materiais utilizados nas aulas, com todo o suporte necessário para que os alunos certificados possam se inserir no mercado de trabalho, o que inclui acompanhamento social e linha direta de financiamento.

O acompanhamento social acontece por meio do Programa Nacional de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho (ACESSUAS TRABALHO), que atua como interface direta entre os novos profissionais e mercado. Já a linha direta de crédito ou financiamento é disponibilizada por meio do Programa de Microcrédito do Estado da Bahia (CREDIBAHIA).

Tanto o ACESSUAS TRABALHO quanto o CREDIBAHIA possuem agentes técnicos em postos avançados, situados dentro do próprio CMQPS. O acompanhamento do ACESSUAS inclui a conferência e regularização documental, inscrição no Sistema Nacional do Emprego (Sine), além de apresentar os currículos nas empresas. Já o CREDIBAHIA oferece financiamentos individuais e para grupos solidários de 3 a 5 pessoas.

Segundo a coordenadora do CMQPS, Daniela Souza, a gestão Cidade de Todos tem atuado decisivamente na estruturação do Centro para que este, efetivamente, possa qualificar e capacitar profissionalmente, oferecendo ainda condições reais para que os novos profissionais se insiram no mercado de trabalho com mais condições favoráveis, seja como contratado ou autônomo.

“Para além da oferta dos Cursos, através dos Laboratórios, o Centro oferece, ainda, uma carta de crédito, através do CREDIBAHIA, que possibilita ao aluno certificado um meio de financiar e montar o seu próprio negócio ou, no caso daqueles que optem por entrar no mercado de trabalho como contratado, temos uma técnica do ACESSUAS TRABALHO que realiza todo o encaminhamento junto ao mercado de trabalho”, disse a coordenadora.

“Buscamos essa parceria afim de facilitar ao máximo o acesso dos formandos ao mercado de trabalho. Não vemos a capacitação de mão de obra como obrigação, e sim, como uma política social que viabiliza uma vida digna a centenas de famílias” garante o prefeito Ricardo Mascarenhas.

www.portaldafolia.com www.portaldabahia.com

Participe do Nosso Grupo no Whatsapp

  Siga o Chapada Noticias no Twitter, Instagram e Facebook e fique por dentro de todas as novidades.

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe uma resposta

Fale conosco
%d blogueiros gostam disto:
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});