Mulher corta órgão do namorado após ele divulgar vídeo íntimo deles para amigos

Uma mulher está sendo acusada de cortar o órgão sexual do namorado com uma tesoura. [VIDEO] Segundo ela, cometeu o crime após ele ter compartilhado com amigos um vídeo íntimo dela. A acusada foi identificada como arquiteta Brenda Barattini, de 26 anos, que foi presa por supostamente ter cortado os genitais do roqueiro Sérgio Fernandez, de 40 anos, em uma área de luxo da cidade argentina de Córdoba.

A vítima alegou que teve 90% do órgão sexual cortado no momento que estava tendo relações sexuais com a acusada. Mas Brenda, falando de sua cela de prisão, onde ela está aguardando o julgamento, alegou que cortou o órgão de Fernandez porque ele compartilhou um vídeo íntimo do casal com amigos [VIDEO].

Ela disse à mídia da Argentina que “queria machucá-lo”, mas insistiu que não amputou os testículos ou todo o órgão sexual. Ela disse ao jornal La Voz : “Eu cortei seu p***, mas não o amputei completamente. Eu sai para pedir ajuda. Eu não queria que nada acontecesse com ele. Além disso, eu estava com medo do sangue.”

O crime foi cometido no dia 25 de novembro passado. A acusada aceitou esta semana dar entrevista ao jornalista Francisco Panero, do jornal La Voz, e falar sobre o caso. A arquiteta afirmou que nunca negou o ataque, mas foi inflexível que foi justificou autodefesa.

Ela disse que Fernandez a machucou a abalou psicologicamente e que ele a tratou de forma desumana. Embora a resposta possa não ter sido perfeita, foi uma resposta ao que a acusada considerou ser uma grande violação e ataque.

O advogado da vítima, Felipe Trucco, alegou que o cliente está deprimido depois do ataque e ainda está aguardando uma cirurgia. Brenda está na penitenciária de Bouwer e ficará presa até o julgamento, pois não foi permitido a ela o pagamento de fiança para responder o processo em liberdade. Ela disse que lamenta a decisão.

Caso Brenda seja considerada culpada, ela poderá ser condenada a até 15 anos de prisão. O advogado do músico disse anteriormente que ele estava tanto vendado quanto excitado quando o ataque aconteceu.

Mas um advogado de Brenda, Carlos Nayi, alega que ela estava se defendendo de um ataque sexual depois de ser enganada ao deixar Sérgio Fernandes entrar em seu apartamento.

“Há justificativa para o que aconteceu. A informação que recebi é que ela foi vítima de um ataque sexual [VIDEO]. Ela o deixou entrar em seu apartamento porque ele é alguém que está em uma banda de rock e é um conhecido de seu irmão, mas uma vez dentro, em vez de retirar um instrumento musical como ele deveria, ele a atacou sexualmente e ela assumiu uma atitude defensiva.

Se ela agiu ou não excessivamente, é para os tribunais decidirem”, disse Carlos Nayi.

No entanto, as alegações foram ridicularizadas por Eduardo Perez, outro advogado que atua em nome de Fernandez. “Eu não entendo o que aconteceu. Isso é alguém que conheço há algum tempo. Este foi um encontro pacífico”, disse o advogado da vítima.

Ele insiste que o casal estava se vendo há vários meses e acrescentou: “Eles estavam no meio da relação. Ele não estava dormindo. Eles começaram com um jogo sexual em que ele foi vendado. Há evidências de que estava na cena do crime.” #Relações intimas #Investigação Criminal #Mulher

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *