Goleiro Bruno afirma que ex-policial Bola é o assassino de Eliza Samudio

O goleiro Bruno confirmou na noite desta quarta-feira (6) durante seu julgamento que o ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, é mesmo o assassino de Eliza Samudio. O ex-jogador disse que ouviu a informação diretamente do ex-assessor, Luiz Henrique Romão, o Macarrão. Bruno indicou o nome de Bola quando foi questionado pela juíza Marixa Rodrigues se sabia que Eliza seria morta. “Não sabia, mas aceitei”. Ele então disse em seguida o nome “Marcos Aparecido” e disse que foi Macarrão quem revelou a participação de Bola. Em seguida, respondendo a questionamentos do seu advogado Lúcio Adolfo, Bruno disse que Bola seria a mesma pessoa a quem Macarrão chamava de Neném, nome indicado pelo primo de Bruno, Jorge Luiz Rosa, como o do assassino de Eliza. 
Ainda durante o depoimento, Bruno disse que Macarrão foi o responsável por contratar Bola e chegou a ajudar a matar Eliza. Ele negou ser o mandante do crime, mas disse se sentir “culpado” pela morte da ex-amante, com quem teve um filho. Essa foi a primeira vez desde o desaparecimento de Eliza, em junho de 2010, que Bruno admitiu que ela está morta. Ele disse que só soube da morte depois do crime, quando Macarrão e Jorge voltaram ao sítio do jogador, em Minas Gerais, sem Eliza, somente com o filho dela. Jorge disse a Bruno que Macarrão tinha ajudado a matar Eliza. Macarrão já tinha confessado envolvimento no crime em novembro do ano passado, quando disse que Bruno foi o mandante do crime.
www.portaldafolia.com www.portaldabahia.com

Participe do Nosso Grupo no Whatsapp

  Siga o Chapada Noticias no Twitter, Instagram e Facebook e fique por dentro de todas as novidades.

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Fale conosco
%d blogueiros gostam disto: