Ex-PM, dono da banda Let’s Go é preso com 1,5kg de cocaína

O empresário da banda de pagode Let’s Go foi preso, no final da tarde de quarta-feira (22), com um quilo e meio de cocaína e uma balança de precisão. Policiais da 1ª Delegacia Territorial (DT/Barris) encontraram o cofre com a droga dentro de um quarto ocupado pelo ex-policial militar Eduardo Trindade de Oliveira, de 41 anos, em uma residência situada no bairro de Pirajá.

Os policiais localizaram o traficante e a droga quando investigavam um golpe aplicado por estelionatários contra uma cliente de uma agência bancária situada nas Mercês. Eduardo divide o imóvel em Pirajá com o estelionatário Rislei Anderson Badaró Araújo, de 35 anos, que cumpre pena na Casa do Albergado. Com passagens por delegacias, Rislei foi reconhecido pelos policiais da 1ª DT que o viram num táxi na região da Barra e suspeitaram da participação dele no golpe contra a correntista do banco, no Centro de Salvador.

Ao ser abordado, o estelionatário disse que tinha esquecido os documentos pessoais no imóvel onde pernoita e dirigiu-se até o local com os policais. Um forte odor exalava de dentro de um dos quartos, onde os investigadores encontraram um cofre fechado. Ao lado do equipamento havia certa quantidade de ácido bórico, xilocaína e acetona, além de panelas.

Questionado sobre o conteúdo do cofre, Rislei informou pertencer ao outro inquilino com o qual divide o aluguel da casa. Os policiais sugeriram ao albergado que chamasse Eduardo de volta ao imóvel, sob o argumento de que teria esquecido a chave. Ao retornar para casa, o ex-PM deparou-se com a equipe da 1ª DT e o cofre foi arrombado, por ele alegar não possuir a chave ou a senha de acesso.

Eduardo foi excluído da Polícia Militar da Bahia depois de ter sido preso por envolvimento em crime de roubo no estado de Minas Gerais, em 2003.

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Fale conosco
%d blogueiros gostam disto: