Bebê morre afogado em balde em Luís Eduardo Magalhães

O bebê Alan Gustavo Ferreira da Silva, de um ano e quatro meses, morreu ontem após se aforgar em um balde no fundo de casa, em Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia. A mãe do menino lavava roupa quando tudo aconteceu. Ela teria deixado ele sozinho para atender uma vizinha e, quando voltou, a criança já estava se afogando no balde.

Esse é o segundo caso de aforgamento envolvendo crianças essa semana. O primeiro ocorreu na última quinta-feira (15), quando outro de bebê, de dois anos e nove meses morreu, após se afogar na piscina de uma creche, no bairro do Cabula, em Salvador. Ele chegou a ser levado para o Hospital Roberto Santos, mas não resistiu.

Já o bebê Alan também foi socorrido por familiares. No caminho teve uma parada respiratória e os médicos não conseguiram reanima-lo. Ainda não há informações sobre o sepultamento das duas crianças.( CORREIO)

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe uma resposta

Fale conosco
%d blogueiros gostam disto: