Caminhada em Morro do Chapéu cobra melhorias na saúde

Após a sucessão de mortes de recém nascidos no Hospital e Maternidade São Vicente de Paulo, onde, de acordo com dados do Ministério Público, desde novembro de 2012, já são 19 casos para investigação, além  dos últimos três óbitos entre os dias 1 e 2 deste mês, as vitimas realizaram uma caminhada na tarde desta sexta-feira, (10), juntamente com a sociedade em geral para reivindicar melhorias na saúde pública de Morro do Chapéu e a restauração do Hospital.

A caminhada “UNIDOS PELA DOR” protagonizou depoimentos emocionados, onde familiares lembraram dos seus entes queridos. O movimento foi pacífico e teve um único objetivo de cobrar um sistema de saúde pública de qualidade, além das reivindicações:  Atendimento humanizado, Médico Obstetra 24h, Assistente Social permanente, Pediatra, Higiene da Unidade e  que auxiliar e técnico de enfermagem não realizem os partos.
Depois de percorrer as principais ruas da cidade, o movimento parou em frente ao hospital para orações e um minuto de silêncio em homenagem as vitimas, cessou em frente à Câmara de Vereadores onde várias pessoas prestaram depoimentos, em seguida foi lida as reivindicações e encaminhamento ao legislativo para que as providências sejam tomadas.
O encerramento da caminhada ocorreu com o inicio da Sessão da Câmara Municipal, no momento em um dos familiares de uma das vitimas falou: “Encerramos em frente à Câmara porque aqui somos representados, é daqui que tem que sair uma audiência pública para discutirmos, e não no meio da rua como estamos”.

Já durante a sessão os vereadores se solidarizaram com as famílias, em tempo a vereadora Sheila assegurou que de acordo com os documentos apresentados em reunião do conselho de saúde, na última sexta-feira (10) o hospital não apresenta a completa documentação de regularização para a venda dos serviços ao município. Por fim a vereadora parabenizou a intenção do movimento e lembrou que o objetivo não é fechar a instituição, nem tão pouco acusar alguém, mas sim buscar melhorias na saúde pública.
Os vereadores também aprovaram o requerimento do vereador André Valois que solicita a presença da secretária de saúde e demais responsáveis pela saúde do município para prestarem esclarecimentos junto à Câmara Municipal e a população. André considerou grave o momento, em seguida sugeriu uma audiência pública com a Secretaria do Estado, assim como uma auditoria no hospital. O legislativo não pode ficar omisso, concluiu André.
Rosemary lembrou que é preciso rapidez e seriedade nas investigações. “Precisamos dá uma resposta a sociedade, é nosso dever”, destacou a vereadora.
( Chapada Online)
www.portaldafolia.com www.portaldabahia.com

Participe do Nosso Grupo no Whatsapp

  Siga o Chapada Noticias no Twitter, Instagram e Facebook e fique por dentro de todas as novidades.

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Fale conosco
%d blogueiros gostam disto: