Deputado Tiririca é acusado de assédio sexual por ex-funcionária

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP

O deputado federal Tiririca (PR-SP) está sendo acusado de assédio sexual por uma ex-funcionária, Maria Lúcia Gonçalves Freitas de Lima, que trabalhou como empregada doméstica na casa dele.

Maria Lúcia contou que foi assediada pelo deputado em pelo menos duas ocasiões. Uma delas foi quando ela viajou com Tiririca e a família dele para São Paulo e ele teria a agarrado por trás, supostamente alcoolizado, desabotoando a calça. Segundo a denúncia, a filha, a mulher e dois assessores de Tiririca presenciaram a cena e deram risada.

A segunda vez teria sido em uma viagem para um sítio, em Fortaleza, onde Tiririca teria passado a mão nos cabelos e nádegas dela e teria insinuado “vou te comer”. Ela alegou que tinha registros de algumas coisas em seu celular, Mas Tirica teria destruído as provas, pulando no mar com o aparelho. Agora, ela pede indenização R$ 120 mil por danos morais.

A mulher do deputado, Naná da Silva Magalhães, acusou a ex-funcionária de extorsão e registrou denúncia na 10º Delegacia do Distrito Federal.

A defesa de Tiririca negou as acusações e o caso foi encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF), já que o parlamentar dispõe de foro privilegiado.

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: