Muito tempo sem fazer sexo? Veja o que acontece com o seu corpo

Ficar muito tempo sem sexo pode ser um “perigo” para o bom funcionamento do seu corpo? Para o  endocrinologista Alexandre Hohl, apesar de as relações sexuais fazerem muito bem à saúde, a abstinência não chega a representar um dano ao nosso corpo.

— Ninguém fica doente porque não faz sexo. Mas a relação, sim, pode adoecer. Tenho pacientes que, mesmo sem problemas hormonais, não sentem desejo, deixaram o casamento cair na rotina. É preciso reinventar a relação — alerta o médico, que é presidente do departamento de endocrinologia feminina e andrologia da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM).

No campo psicológico, a interrupção da vida sexual pode ser um sintoma de outros problemas ou traumas.

— Quando a abstinência é uma escolha, religiosa ou não, tudo bem. Mas, às vezes, essa é uma condição e não uma decisão. A pessoa pode ter aversão ao sexo como consequência de um trauma, como um abuso — alerta a terapeuta Isabel Cabral Delgado, do departamento de Sexualidade do Hospital Moncorvo Filho, da UFRJ.

Transar faz bem:

Testosterona

Se a abstinência não causa doenças, fazer sexo melhora a saúde. Como é um exercício físico, a relação sexual estimula a liberação de testosterona no homem. É um círculo virtuoso: quanto mais sexo, mais desejo.

Explosão hormonal

O sexo prazeroso provoca uma chuva de hormônios tanto nos homens, como nas mulheres. A liberação de adrenalina, noradrenalina e cortisol age na musculatura, estimula o Sistema Nervoso Central e dilata os vasos, o que melhora a circulação.

Endorfina

Prazer, bem-estar, alegria… A endorfina é o hormônio responsável por ativar áreas do cérebro ligadas a essas sensações. Na transa, sua produção vai às alturas.

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: