Atacante Elton, do Ceará, acusa jogador do Inter de racismo: “me chamou de macaco”

A vitória do Internacional por 2 a 0 sobre o Ceará foi marcada por um fato lamentável. Na saída do gramado, o atacante Élton, do Ceará, afirmou que foi chamado de “macaco” pelo zagueiro argentino Victor Cuesta, do Colorado.

Segundo Elton, o ato de racismo ocorreu após uma dividida com o jogador do time gaúcho.

“Quando houve a trombada ele olhou pra mim e me chamou de “macaco”. Eu perguntei o que ele disse e ele falou “macaco” de novo. Logo quando ele cometeu esse ato os jogadores do Inter seguraram ele, porque ouviram o que ele falou. É lamentável isso, um fato muito difícil. Vamos conversar com o pessoal e torcer para que as câmeras tenham registrado esse momento”, desabafou Elton após o jogo, bastante consternado.

O diretor de Comunicação do Ceará, Marcos Medina, garantiu que o Departamento Jurídico do clube está à disposição do atleta para tomar as medidas necessárias para apurar o caso, inclusive captando imagens da TV, para em sequência abrir um processo contra o jogador Victor Cuesta.

DEFESA GAÚCHA

O vice de Futebol do Internacional, Roberto Melo, concedeu entrevista e negou o ato de racismo.

“A gente já conversou com o Victor Cuesta e eles nos colocou que não falou nada nesse sentido. Houve discussões, em que ele também foi xingado, mas ele disse que não fez esse xingamento. O que nosso jogador nos passou foi isso, que não usou esse termo, e a gente confia nele”, afirmou Roberto Melo.

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
© 2012-17 - Chapada Noticias - Todos Direitos Reservados Tel (75)9 9951-9632