Secretaria da Educação abre edital para seleção de professores para o Pronatec

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP

A Secretaria da Educação do Estado abriu edital para a seleção de professores e capacitadores para atuarem nos 126 cursos técnicos de nível médio e de qualificação profissional (formação inicial e continuada), na ação Bolsa Formação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), a serem ofertados nos Centros de Educação Profissional e unidades escolares da rede estadual. Serão ofertadas 600 vagas, destinadas à formação de cadastro de reserva. As inscrições serão realizadas de 14 a 26 de junho.

As vagas são destinadas, exclusivamente, para professores efetivos do magistério público estadual e contratados sob o Regime Especial de Direito Administrativo (Reda) que trabalham no Estado, e, também, para ocupantes efetivos de cargos técnicos de qualquer Secretaria de Governo ou de outros órgãos públicos estaduais. Para se inscrever, o interessado deve acessar o Portal da Educação para imprimir o formulário, que deverá ser enviado, devidamente preenchido, via Sedex, para o endereço da Secretaria da Educação do Estado: 5ª Avenida, 550 – Centro Administrativo da Bahia, Salvador – BA, 41745-004, sala 218-B.

O superintendente de Educação Profissional e Tecnológica do Estado, Durval Libânio afirma que esta ação visa consolidar parcerias já estabelecidas entre a Secretaria da Educação do Estado e as Secretarias de Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Rural, Desenvolvimento Urbano, Saúde, Turismo, Cultura e Meio Ambiente na formação de competências nos 27 Territórios de Identidade da Bahia. “A ideia é aproveitar as competências de outras Secretarias e órgãos do Estado em áreas como Indústria, Comércio, Turismo, Agricultura, Saúde, Cultura e Meio Ambiente, visando integrar as ações de formação profissional da Secretaria da Educação com a expertise de profissionais extensionistas, que atuam mais próximos ao mundo do trabalho, unindo teoria e vivência prática”.

A seleção dos candidatos será feita por uma comissão designada através de portaria, formada por servidores da Superintendência da Educação Profissional e Tecnológica. Os profissionais selecionados cumprirão uma carga horária de, aproximadamente, 200 horas/aula por curso, incluindo a carga horária de estágio, sendo oito a dez disciplinas por curso, em média. A carga horária semanal é de 16 horas por professor.

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: