Pintadas:Professores fazem moção de repúdio a prefeito e criticam gestão

Docentes da rede municipal da cidade de Pintadas, na Bacia do Jacuípe, protocolaram nesta sexta-feira (3) uma Moção de Repúdio ao atual prefeito, Batista da Farmácia (DEM), e ao secretário de educação, Carlos Alberto Almeida, que também é vice-prefeito.

Os professores reivindicam o pagamento de 1/3 de férias, além do piso nacional e a progressão horizontal. Eles afirmam que os direitos citados estão previstos em lei.

Os docentes, que afirmam que a moção foi assinada por 60% da categoria, também acusam perseguição política a servidores da educação. As retaliações, continuam os professores, estão em ações como o não cumprimento de alocação dos servidores nos postos de origem previstos no concurso público; a desconsideração de laudos médicos que garantem o deslocamento de docentes da sala de aula para a parte técnica, bem com a locação de profissionais qualificados em funções diferentes das suas especializações. A categoria também critica a antecipação do ingresso dos alunos no ensino fundamental antes dos seis anos de idade, o que, segundo os docentes, desrespeita as Diretrizes Curriculares e pode resultar em consequências negativas na aprendizagem.

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: