Lajedinho: Inema libera licença prévia para fábrica de cimentos avaliada em R$ 770 milhões

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP

O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) concedeu à CPX
Baiana Mineração licença prévia para a construção da fábrica de cimento no
município de Lajedinho. A portaria, publicada nesta quinta-feira (6/7), no
Diário Oficial do Estado, permite a realização dos estudos e projetos de
viabilidade do empreendimento, de modo que ao final dos estudos poderá ser
concedida a licença de implantação e a exploração da atividade.

Os investimentos previstos são da ordem de R$ 770 milhões para produzir 800
mil de toneladas de cimento por ano. A estimativa dos investidores é gerar
2 mil empregos na fase de obra e 200 empregos diretos após a construção,
além de outros 600 empregos indiretos. A empresa pretende fabricar cimento,
concreto e argamassa, a qual atenderá as regiões que sofrem com problemas
de abastecimento desses insumos para o seu crescimento.

Entusiasta do projeto, a deputada Ivana Bastos destaca a importância de
aliar os estudos com o desenvolvimento sustentável do município. “Tenho
acompanhado de perto, ao lado do prefeito Marcos Mota, o andamento desse
projeto. Além de garantir empregos e renda para moradores de um município
tão sofrido, o projeto é voltado para o desenvolvimento sustentável, já que
a área escolhida para instalação da unidade encontra-se dominada por pasto
degradado, com menor impacto sobre a vegetação”, afirmou.

Ainda a parlamentar ressaltou: “estamos na contramão da crise. Essa licença
é mais um passo que nos aproxima da implantação do empreendimento que
mudará a história da cidade. Lajedinho é um município vitimado pelas fortes
chuvas que, por duas vezes, destruíram a cidade e merece esse investimento.
O nosso mandato tem atuado muito para levar mais qualidade de vida para a
população, e com certeza os benefícios gerados com a implantação da fábrica
garantirão mais desenvolvimento para o município”, frisou.

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: